Prevenção
e tratamento

Saiba como:

Prevenir a osteoporose ao longo da vida 1, 2, 3

Quanto mais cedo começar a prevenir a osteoporose, maior será a probabilidade de a evitar ou de, pelo menos, reduzir a sua principal consequência – as fraturas. É que embora esta doença possa surgir com a idade, nem toda as pessoas a desenvolvem. Ou porque a genética as protege ou porque preveniram a doença, tendo em conta que a formação e regeneração do osso não se processa da mesma forma ao longo da vida

  • null

    Crianças e adolescentes

    Há que desenvolver ao máximo a massa
    óssea para garantir um pico elevado,
    capaz de assegurar ossos fortes e
    saudáveis ao longo de toda a vida.

  • null

    Adultos

    É importante garantir a saúde dos ossos e
    evitar a perda de massa óssea
    prematura.

  • null

    Idosos

    É necessário assegurar a reposição de cálcio
    nos ossos e atrasar a perda de
    massa óssea de maneira a sustentar a
    mobilidade e a independência.

Quatro estratégias
para vencer a osteoporose

CÁLCIO1,3,4,5,6,7

É um dos minerais de que o corpo humano mais necessita, sendo que a maior parte (95%) encontra-se nos ossos e dentes. Além disso, todas as células necessitam dele para realizarem as suas funções, sendo também fundamental para a coagulação sanguínea, contração muscular e transmissão de impulsos nervosos. Como o nosso organismo não o fabrica, quando não há ingestão das quantidades necessárias vai buscá-lo aos ossos. A principal consequência é evidente: redução da massa óssea.

Uma alimentação rica e variada é a melhor forma de garantir as doses diárias de cálcio.

Veja aqui os alimentos mais ricos neste mineral e inclua-os na sua alimentação3.

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Slider

Verifique a quantidade diária de cálcio recomendada para cada fase da vida 4

Vitamina D1,3,5,6,7

É produzida na pele após exposição solar e desempenha um papel determinante na saúde dos ossos, já que é responsável por favorecer a absorção do cálcio nos intestinos. Ou seja, sem vitamina D o cálcio não vai para onde é mais necessário – os ossos - perdendo-se no organismo.

Com a tendência registada atualmente para se passar cada vez mais tempo em ambientes fechados (menos deslocações a pé, crianças e jovens a interagir menos ao ar livre) os défices de vitamina D podem assumir níveis preocupantes.
Recomenda-se exposição solar diária entre 10 a 20 minutos, com cuidados para evitar queimaduras solares.

Alguns alimentos possuem também vitamina D3.

Salmão(de preferência selvagem)

Atum
em conserva

 

Sardinha em conserva

 

Gema de ovo

 

Cogumelos shitake (de preferência secos ao sol)

EXERCÍCIO FÍSICO1,3,4,5,6,7

A prática de exercício físico é fundamental para uma vida saudável em geral e torna-se particularmente importante no que toca a garantir resistência óssea e força muscular.

Durante a fase de formação dos ossos, bem como logo depois (até aos 30-35 anos), o exercício ajuda a obter um bom pico de massa óssea. A partir desta idade, contribui para evitar a sua perda. Além disso, ajuda a melhorar o equilíbrio, a postura e os reflexos. Em conjunto, estes benefícios vão ajudar, a partir dos 50 anos, a reduzir quedas e a prevenir fraturas.

Que exercício praticar?

Estes são os exercícios mais indicados para quem tem osteoporose4:

Com carga
Marcha, dança e ginástica aeróbica de baixo impacto

Com resistência
Utilização de pesos, aparelhos ou fitas elásticas (com aconselhamento)

Equilíbrio e postura
Tai Chi Chuan

HÁBITOS SAUDÁVEIS1,3,4,5,6,7

Sabe-se que o efeito do fumo do tabaco e o consumo excessivo de álcool prejudicam a saúde dos ossos, contribuindo para o seu enfraquecimento. O tabaco, por exemplo, atrasa a regeneração óssea e o álcool em excesso aumenta o risco de fraturas a longo prazo, porque afeta as células e as hormonas responsáveis pela formação óssea.

Para garantir ossos saudáveis, recomenda-se o fim destes hábitos, devendo o consumo de álcool limitar-se a dois copos de vinho (120 ml cada) por dia4.

Tratar a osteoporose 4, 8, 9, 10

Mesmo seguindo todas as estratégias de prevenção, é possível que a osteoporose seja diagnosticada a partir dos 50 anos.
Neste caso, é essencial recorrer a fármacos destinados a prevenir fraturas em pessoas com risco elevado, incluindo quem já sofreu a primeira fratura. Hoje em dia, encontram-se disponíveis diversos tratamentos com eficácia comprovada na redução de fraturas por osteoporose.

Atuação direta na massa óssea

Os medicamentos existentes apresentam diversos
mecanismos de ação com objetivos diferentes: reduzir a perda de densidade do osso, estimular a formação óssea ou ambos.

Estes tratamentos podem ter várias fórmulas (injeções ou comprimidos) e ser administrados com intervalos diferentes, por exemplo, todos os dias, de seis em seis meses ou anualmente.

É muito importante que o fármaco prescrito seja tomado tal como o médico recomendou, ainda que não sinta redução de dores. Os medicamentos têm efeito direto na massa óssea e isso não se sente. Mas, se deixar de tomar o medicamento, irá contribuir para um maior enfraquecimento e aumento da probabilidade de ocorrência de uma fratura.

Converse com o seu médico sobre qual o tratamento mais indicado para si, tendo em conta o seu estado de saúde e estilo de vida.

Suplementos de cálcio e vitamina D

Por vezes, a ingestão diária de cálcio através da alimentação não é suficiente e o médico pode decidir prescrever um suplemento. A maior parte dos suplementos de cálcio inclui também vitamina D, mas é possível que o médico decida receitá-la à parte.

É importante que siga escrupulosamente as indicações do seu médico assistente, caso contrário poderá estar a contribuir para agravar a osteoporose.

Referências

1 Instituto Português de Reumatologia – http://www.ipr.pt/index.aspx?p=MenuPage&MenuId=198
2 International Osteoporosis Foundation – “Cinco estratégias fundamentais para cuidar dos ossos após os 50 anos” – http://share.iofbonehealth.org/WOD/2013/patient-brochure/PT/WOD13-patient_brochure-PT.pdf
3 International Osteoporosis Foundation – “Prato do dia: ossos fortes durante toda a vida” – http://share.iofbonehealth.org/WOD/2015/patient-brochure/WOD15-patient_brochure-PT

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar